PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO
DINÂMICAS TERRITORIAIS 

E SOCIEDADE NA AMAZÔNIA

Notícias em Destaque

Linhas de Pesquisa
Conheça nossas linhas de pesquisas

Entre os dias 7 a 10 de novembro de 2018, ocorreu o Colóquio de homenagem a Boaventura de Sousa Santos nos 40 anos do Centro de Estudos Sociais, da Universidade de Coimbra. O evento teve como título “A imaginação do futuro: Saberes, experiências, alternativas” e se realizou nas dependências da Faculdade de Economia e do Auditório da Reitoria da Universidade de Coimbra, Portugal.

No dia 7 realizaram-se por volta de 30 sessões paralelas do evento. Nos dias seguintes, a programação ficou concentrada entre conferências (“The Price We Pay to Be Humanised”, de Françoise Vergès; “The New Great Transformation and the Epistemologies of the South”, de Boaventura de Sousa Santos); e painéis (“O fazer das ciências”, com Isabelle Stengers, Shiv Visvanathan, Hugh Lacey; “Pensar o contemporâneo”, com Mogobe Ramose, Rajeev Bhargava, Susan George; “Um outro mundo é possível”, com Gustavo Esteva, Nilma Gomes, Ramón Grosfoguel; “Encontros com Boaventura de Sousa Santos”, com João Cézar Castro Rocha, Nelson Maldonado-Torres, Peter de Souza, Boaventura de Sousa Santos). Também ocorreram os seguintes lançamentos de publicações: do livro O Fim do Império Cognitivo (Almedina, 2018) e da coletânea Construyendo las Epistemologías del Sur. Para un pensamiento alternativo de alternativas (CLACSO, 2018), ambos de Boaventura de Sousa Santos. Por fim, um jantar de honra do congresso, ocorrido no dia 8, no Tertúlia D’Eventos.

  

Participaram do evento a Profa. Idelma Santiago da Silva e o Prof. Airton dos Reis Pereira, ambos professores permanentes do Programa de Pós-Graduação em Dinâmicas Territoriais e Sociedade na Amazônia (PDTSA/ Unifesspa). Em parceria com os professores Dernival Venâncio Ramos Júnior (PPGCult/UFT) e Maurício Hashizume (doutorando do CES/Coimbra), realizaram uma das sessões paralelas, com uma mesa intitulada “Saberes e diversidade na Amazônia oriental: lutas descoloniais”, com a apresentação dos seguintes trabalhos:

a.       Airton dos Reis Pereira

Iniciativas e experiências dos movimentos sociais de luta pela terra no sul e sudeste do Pará, na Amazônia Oriental

b.      Idelma Santiago da Silva

A perspectiva da resistência feminista no Movimento dos Sem Terra

c.       Dernival Venâncio Ramos Júnior

Deslocando as geografias e as biografias do saber: o conhecimento sobre os deslocados por barragens na Amazônia Oriental - (UFT)

d.      Maurício Hashizume

Lutas descoloniais indígenas frente à expansão do agronegócio: o caso do Tocantins

Dentre os participantes no debate da mesa temática supracitada encontravam-se vários professores de universidade brasileiras que estão realizando doutorado ou pós-doutoramento na Universidade de Coimbra, bem como outros pesquisadores ligados ao Centro de Estudos Sociais. Foi a única sessão a apresentar o tema da Amazônia no evento. Disso resultou relevante a articulação e realização da referida mesa temática.  As discussões durante o evento foram marcantes por refletir a conjuntura global e os desafios ligados ao descenso dos sistemas democráticos, contudo com concentração nos debates em torno das resistências e das alternativas frente as permanências interligadas do capitalismo, do colonialismo, do patriarcado e do racismo. O pensamento de Boaventura de Sousa Santos referenciou as exposições e debates, especialmente em torno das linhas abissais e das epistemologias do sul.

Notícias e Eventos