Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate

pt PT en EN

Opções de acessibilidade

Início do conteúdo da página

Oferta e Demanda de Vagas

Publicado: Sábado, 13 de Junho de 2020, 10h50 | Última atualização em Sábado, 13 de Junho de 2020, 10h50 | Acessos: 101

Em oito anos de atividades desenvolvidas no PDTSA, foram realizados nove processos seletivos. Nos dois primeiros, 2012 e 2013, foram ofertadas doze vagas para cada turma, todas preenchidas. O PDTSA obteve a conclusão de vinte e uma dissertações defendidas no período, respeitando os prazos regimentais. A concorrência para ingresso no mestrado, em ambos processos, apresentou uma média de setenta candidatos, cerca de seis candidatos por vaga, demonstrando uma demanda considerável de profissionais por uma formação em nível de Pós-Graduação stricto senso.

No terceiro processo seletivo, em 2013, o número de vagas foi ampliado para dezessete, sendo aprovados dezesseis alunos. Dessa turma, treze mestrandos defenderam suas dissertações.  Na quarta seleção, em 2014, vinte vagas foram ofertadas, sendo preenchidas quinze. Todos os discentes qualificaram seus projetos, em 2016. Vale ressaltar que, a esse número de vagas foi acrescido com mais duas correspondendo a dois alunos estrangeiros, de nacionalidade peruana, advindos através da adesão do PDTSA ao Programa de Alianças para a Educação e a Capacitação (PAEC OEA/GCUB 2014 - Edital OEA/GCUB nº001/2014).

Para a quinta seleção, em 2015, foram ofertadas vinte vagas sendo preenchidas dezenove. Todos os mestrandos se qualificaram em 2017. A média de inscritos, nos cinco processos seletivos, manteve-se em torno de aproximadamente setenta candidatos a cada ano. No ano de 2016, na sexta seleção, o número de inscritos foi de oitenta e quatro candidatos para dezenove vagas ofertadas, representando um total de 4,42 candidatos por vaga. Esse dado nos leva a refletir a existência de uma demanda considerável que objetiva a formação em nível superior com o perfil do PDTSA. A maioria dos candidatos é originária da região, como também egressos de instituições públicas, dentre as quais a UFPA.

Em 2017, a sexta turma do PDTSA foi iniciada com doze discentes, sendo dez decorrentes do processo seletivo, e duas discentes bolsistas do Equador e do Peru provenientes do programa OEA. No Edital 05/2017 de seleção da 7ª turma do PDTSA, foram ofertadas vinte e três vagas com a seguinte distribuição: dez (10) vagas para a Linha 1 do Programa e treze (13) vagas para a Linha 2, havendo reserva de quatro (4) vagas para as políticas afirmativas: uma para indígenas; uma para negros/quilombolas; uma para necessidades especiais e uma para servidores da Unifesspa. Fizeram inscrição para esse edital oitenta e cinco (85) candidatos, sendo aprovados dezenove (19) alunos, sendo treze (13) da linha 1 e seis (6) linha 2.

A oitava turma do PDTSA em 2019, contou com quinze (15) mestrandos, sendo dois estrangeiros, bolsistas OEA/CAPES e treze via ingresso pelo edital Nº 07 de 2018, do PDTSA. Para início em 2020, o Edital da nona turma de seleção do PDTSA, Edital 07/2019, ofertou vinte e quatro (24) vagas distribuídas nas duas linhas de pesquisa do Programa. Sendo, onze (11) vagas referentes à linha I, Estado, território e dinâmicas socioambientais na Amazônia e treze (13) vagas referentes à linha II, Produção discursiva e dinâmicas socioterritoriais. Do total de vagas acima referidas, 4 (quatro) vagas foram destinadas às cotas: uma (1) para pessoa com deficiência (PcD), uma (1) à demanda de servidores/as da Unifesspa (técnicos/as e ou docentes), uma (1) para quilombolas e/ou pretos/as e uma (1) para indígenas. Foram homologadas quarenta e nove (49) inscrições, sendo a concorrência aproximada de dois candidatos por vaga (2,041). Pela primeira vez na história do PDTSA, a concorrência foi baixa, refletindo em vagas não preenchidas, sendo aprovados nove (9) candidatos da linha 1 e seis (6) aprovados da linha II. A coordenação do PDTSA supõe que o menor número de inscritos se deu devido a atual conjuntura sociopolítica e econômica do País, bem como aos demais mestrados ofertados pela Unifesspa (Mestrado em História, Mestrado em Letras e Planejamento e Desenvolvimento Regional e Urbano na Amazônia (PPGPAM)), que a cada ano se fortalecem através de suas ações e que em 2019 tiveram mais visibilidade nas atividades conjuntas desenvolvidas com o PDTSA, onde foram ministrados palestras com professores destes mestrados, participação de mesas redondas nos evento já mencionados, participação de aulas aberta, participação de professores em bancas de qualificação e de defesa de dissertação, divulgando assim mais estes cursos.

Até o momento, foram ofertadas cento e cinquenta e três (154) vagas, sendo seis (06) delas preenchidas por discentes estrangeiros. Esses dados refletem o investimento no aumento do número de vagas a cada seleção, resultado de um esforço coletivo permanente, especialmente com o aumento do número de professores/orientadores no programa.

Fim do conteúdo da página